Como abrir uma empresa: saiba qual é o item n. 1 a fazer

Como abrir uma empresa: saiba qual é o item n. 1 a fazer

Como abrir uma empresa

Se você planeja se tornar um empreendedor e quer saber mais informações sobre esse tema, esse post é para você. Com o intuito de facilitar a sua imersão nesse mercado tão burocrático e complexo, quer seja pela concorrência ou pelo exorbitante número de legislações existentes, apresentaremos de um modo descomplicado, que devem ser os passos iniciais de como abrir uma empresa e, ainda, se manter em atividade lucrativa em constante crescimento. Confira.

 

O primeiro item sobre como abrir uma empresa: o planejamento

Sem sombra de dúvidas, empreender no Brasil em qualquer área de atual é uma atitude arrojada e repleta de desafios. Além de um bom viés comercial para o seu produto ou serviço, para descobrir como abrir uma empresa você também precisará de muita coragem e muita força de vontade para superar os obstáculos dessa empreitada.

No entanto, além de todas as atividades formais essenciais para abertura da sua empresa, você deve ter em mente que apenas um desejo ou boa vontade não são suficientes para concretização de um negócio eficiente. Isso porque o planejamento estratégico é o principal ponto que o novo empreendedor deve se atentar.

Isso porque com o planejamento global da criação de sua empresa, todas as questões administrativas pelas quais o empreendedor será responsável são rigorosamente estudadas, agendadas e cumpridas. De igual modo, a legislação brasileira aplicada ao seu tipo de negócio também estará em foco, assim como o estudo de mercado, definição de público-alvo, dentre outros fatores que devem ser minuciosamente planejados.

 

O que você precisa planejar

Ciente de que o planejamento estratégico é essencial para a criação do seu negócio, antes mesmo da sua efetiva criação, existe uma série de formalidades que você deverá cumprir. De início, a formalização e o registro da empresa são essenciais para legalizar o seu negócio no país. Além disso, uma empresa legal gera muito mais oportunidades de negócios e ganhos para o empreendedor.

Todavia, você deve ter em mente uma série de coisas antes dessa regularização, tais como: tipo de atividade, nome empresarial, valores envolvidos, sócios, assessoria contábil, dentre outros.

Além disso, a ausência de formalização muitas vezes incide em multas ou até mesmo o seu fechamento. Por isso, para que o seu empreendimento tenha mais chances de contratar pessoal qualificado, fechar parcerias, acessar linhas de crédito com melhores condições, exportar e receber subsídios do governo, o registro é imprescindível.

Um especialista contábil é essencial para te acompanhar nessa jornada, desde os seus primeiros passos. Estar em dia com as obrigações fiscais, trabalhistas e em conformidade com as leis federais e estaduais garante segurança, credibilidade e melhores chances de divulgação e crescimento da sua empresa. Os procedimentos são distintos para cada modalidade de empresa; por esse motivo, dedique-se para compreender como funciona o seu modelo.

 

Por que você precisa planejar

Para minimizar os riscos financeiros do seu negócio, é importante planejar. Isso envolve identificar a viabilidade em escala nacional, estadual e local. Analisar o potencial do seu público, seus concorrentes e o que você espera do mercado pode ser determinante para planejar metas e objetivos reais que envolvem a capacidade de crescimento do negócio.

Com isso, o planejamento envolve a base da história que sua empresa trilhará, desde o surgimento da ideia inicial. Isso significa que, além da ideia central do que você irá oferecer ao mercado, é essencial planejar suas métricas mais conservadoras e excêntricas. Note que esse planejamento não deve ficar apenas no campo dos pensamentos.

Esse planejamento é importante, também, para definir o tamanho do seu negócio. É comum que a ideia inicial seja mais singela, para ajustes financeiros, gestão, formação de equipe e clientes. A depender da segmentação do seu público-alvo, levando em consideração algumas variáveis, tais como geográficas (fácil acesso), demográficas (quantidade de possíveis consumidores) e comportamentais (estilo de vida).

Em outras palavras, o planejamento estratégico envolve a definição de classe social, religião, geração de renda à família, status de consumo, entre outros fatores dos seus potenciais clientes. É necessário colocar tudo em espaços físicos/digitais, onde seja possível analisar os dados obtidos com mais clareza.

 

Algumas estatísticas de quebra de empresas no Brasil

Os estudos que tratam das atividades empresariais no Brasil são realizados de forma bem objetiva pelo IBGE – Instituto de Geografia e Estatística. Um recente estudo publicado em 2019 revela que um grande número de empresas segue fechando as portas no Brasil. Desde 2017, mais de 300.000 mil empresas foram fechadas.

Com base nesses dados, é possível afirmar que as novas empresas enfrentam desafios maiores do que as empresas estáveis. Note que essa “estabilidade” é volátil e não é tão facilmente conquistada. Atualmente, a modificação constante no modo de consumir faz com que o empreendedor esteja em constante desenvolvimento, para atender as necessidades dos seus clientes.

Os resultados que serão publicados referente ao ano de 2020 são ainda mais preocupantes. Isso porque a Pandemia causada pela Covid-19 afetou de forma brutal e direta boa parte dos empreendedores, dos mais variados ramos, localização e tamanho de negócio. Por isso mesmo, nunca foi tão importante a dedicação ao desenvolvimento do planejamento estratégico ao pensar em como abrir uma empresa.

Com exceção da crise instalada de forma mais intensa em alguns ramos, é inegável o fato de que boa parte do número de empresas que fecham as portas antes dos 5 anos de existência estão diretamente ligados a falta de planejamento ou uma falha na aplicação de estratégias assertivas endereçadas aos objetivos principais de como abrir uma empresa e como conquistar o mercado.

 

Algumas dificuldades enfrentadas pelos novos empreendedores (custos, legislação, falta de informação)

Certamente, o objetivo de todo empreendedor é manter o negócio em constante crescimento e evolução. No entanto, todos sabem a real dimensão das dificuldades que deverão enfrentar, bem como quais são as melhores estratégias para se preparar e vencer cada uma delas. É importante ter em mente que nem sempre é possível alcançar rapidamente esse objetivo. Todavia, sem o devido planejamento é quase impossível se manter em atividade.

Cada modelo de negócio tem suas peculiaridades, suas fases e necessidades, que exigirão do novo empreendedor mais ou menos esforço em alguns setores, de acordo com o momento em que o negócio passa a existir.

Na ampla maioria das vezes, a exigência em comum de como abrir uma empresa, para todos os negócios envolve custo financeiro: para a abertura, custos para as exigências fiscais, contratação de pessoas e máquinas, tecnologia e inovação, atualização do produto ou serviço, assessorias e tantos outros.

Desconhecer a legislação que envolve o seu estado e município, seu modelo de negócio e o seu produto ou serviço também está entre as maiores dificuldades enfrentadas pelos futuros empresários. Invariavelmente, essa questão também envolverá custos. Mas eles podem ser acessíveis, desde que você busque obter uma boa base com os conteúdos oferecidos na internet e em órgãos especializados, tais como o SEBRAE e as Associações Comercias.

Com um nível de assertividade bem elevado, é possível afirmar que a maior dificuldade daqueles que querem descobrir como abrir uma empresa é o desconhecimento e a falta de informações claras. Isso porque são tantas atividades, planilhas, planejamentos, negociações, fornecedores, burocracias, que o futuro empreendedor tem que cuidar que, boa parte do seu tempo estará rodeado de problemas.

Todavia, um bom preparo pode preservar o seu tempo e a sua produtividade. Só assim será possível estabilizar e finalizar o seu planejamento estratégico, passar todas as etapas de execução e, finalmente, estabelecer métricas para o acompanhamento e o alinhamento das demandas essenciais ao funcionamento da empresa.

 

Como montar uma empresa com segurança (fazer curso, contratar consultores, estudar por conta própria, etc)

Agora que você já acompanhou os primeiros passos para descobrir como abrir uma empresa, que tal verificar como abrir uma empresa com segurança? As peculiaridades de seguimento deverão ser objeto de um estudo mais aprofundado. Todavia, de modo geral, segurança é um dos fatores de maior importância, tanto para sua vida pessoal quanto na sua jornada como empreendedor.

Conhecer as características de um empreendedor de sucesso é uma boa forma de iniciar o seu planejamento. Veja se o perfil de um empreendedor faz parte de sua rotina ou se você realmente quer desenvolver esse perfil. Em seguida, escolha o seu ramo de atuação, estude meios inovadores antes de acreditar que o mercado está saturado. A criatividade é necessária e pode te levar em patamares elevados.

Por fim, aprenda a fazer um planejamento eficiente. Conte com profissionais para te auxiliar com todas as (longas e burocráticas) etapas para registrar a sua empresa, escolher seu nome empresarial, o local do seu negócio e todas as informações para que o seu processo de criação seja o mais fluído possível. Se a contratação for impossível, invista em cursos de gestão.

Ser um gestor envolve desenvolver e desempenhar funções que exigirão muito de você. A contratação de uma assessoria jurídica e contábil fará toda a diferença na hora de preencher todos os requisitos legais na formação do seu negócio. A contratação de colaboradores alinhados e engajados com os objetivos da organização (financeiro, estoque, comercial, etc.) também é uma atividade que exige boas análises por parte do novo empreendedor.

No entanto, as dificuldades serão superadas se a sua empresa estiver alinhada com o seu propósito.

Esperamos você tenha esclarecido suas principais dúvidas sobre como abrir uma empresa e por isso separamos outros textos que talvez possam lhe interessar:


Gostou desse artigo? Receba as novidades mais recentes para reduzir seus riscos jurídicos informando seu email abaixo:

 


Perguntas Frequentes:

Qual o 1o. item a ser feito para montar uma empresa?

O planejamento estratégico é o principal ponto que o novo empreendedor deve se atentar. Isso porque com o planejamento global da criação de sua empresa, todas as questões administrativas pelas quais o empreendedor será responsável são rigorosamente estudadas, agendadas e cumpridas.

Quais são as principais dificuldades enfrentadas pelos novos empreendedores

Na ampla maioria das vezes, a exigência em comum de como abrir uma empresa, para todos os negócios envolve custo financeiro: para a abertura, custos para as exigências fiscais, contratação de pessoas e máquinas, tecnologia e inovação, atualização do produto ou serviço, assessorias e tantos outros. Além disso, dificuldades com tributos, com a seleção de fornecedores e de empregados, o marketing e vendas e também o setor de TI são problemas comuns.

Você Tem Uma Dúvida Específica em Sua Empresa?
Pergunte para a Gente, É Grátis:

Vá para a página inteira para visualizar e enviar o formulário.

Preencha o formulário abaixo para entrar em contato agora!

Vá para a página inteira para visualizar e enviar o formulário.

Junte-se a 3.247 Inscritos em Nossa Newsletter

E receba em 1a. mão as novidades do nosso blog

Vá para a página inteira para visualizar e enviar o formulário.