Mitigação de Riscos Jurídicos: como a Due Diligence pode ser útil
 

Conteúdo

Due DiligenceMitigação de Riscos Jurídicos: como a Due Diligence pode ser útil

https://garciadeoliveira.adv.br/wp-content/uploads/2019/09/mitigação-de-riscos-420x310.jpg

Entenda aqui o tão falado conceito de mitigação de riscos jurídicos, a importância dele para o sucesso da sua empresa e conheça as principais ferramentas jurídicas para auxiliá-lo neste processo.

Introdução

Mais do que nunca as empresas buscam diariamente estratégias para se sobressaírem no mercado. O que antes era apenas um desejo do empresário, hoje passou a ser questão de sobrevivência.

Sob essa ótica, os empresários passaram a valorizar não só a busca pelo crescimento propriamente dito, mas também passaram se preocupar em evitar problemas de forma que o desenvolvimento seja consistente e contínuo.

Assim, algo que ganhou destaque foi a maior inquietação dos empresários com a mitigação de riscos, com o objetivo de evitar que o crescimento de anos anteriores seja dizimado por riscos não conhecidos.

Afinal de contas, uma empresa só cresce em duas hipóteses: ou aumenta a receita ou reduz os custos – e a mitigação de riscos está diretamente ligada à diminuição das despesas.

A partir dessa visão, diversas estratégias preventivas foram desenvolvidas pelos escritórios de advocacia sendo que a realização de Due Diligence passou a ser fundamental para a mitigação de riscos.

Mas, afinal, o que é a mitigação de riscos?

Todo empresário, sem dúvidas, deseja o crescimento de sua empresa. Mas você já parou para pensar que o desenvolvimento só é alcançado por aqueles que conseguem reduzir seus riscos ao mínimo possível?

Nesse contexto, a mitigação de riscos pode ser entendida como o conjunto de ações que têm o objetivo de reduzir ao máximo possível os riscos vinculados ao negócio.

A definição gramatical de mitigação é a de tornar mais suave ou aliviar. Assim, a mitigação de riscos jurídicos nada mais é do que a redução dos níveis de exposição e, consequentemente, o aumento da segurança jurídica.

É óbvio que as empresas estão expostas a riscos diariamente e se assim não fosse, nem teriam razões de existir. O empreendedorismo é, por sua natureza, incerto.

Contudo, o empresário que almeja sucesso não pode ser imprudente e deve, no mínimo, conhecer os riscos a que está exposto e, tanto quanto possível, mitigá-los.

Importante ressaltar que as estratégias de mitigação de riscos não pressupõem deixar de arriscar, mas sim um agir consciente. Mitigar riscos é arte de gerenciar a empresa diluído a possibilidade de danos colaterais inerentes à sua própria atividade.

Mas por que é a mitigação de riscos é importe para a empresa?

A importância da mitigação de riscos para as empresas

Imagine você: sua empresa vai bem, as vendas estão aumentando e, de repente, começam a surgir os problemas.

Uma hora foi o servidor de TI que quebrou e você descobriu que seu contrato não previa a realização de backup. 

Depois teve aquela autuação fiscal por conta de uma retenção que a empresa tinha que fazer e não fez. 

Além disso, surgiu uma ação trabalhista movida por um funcionário que não tinha perfil para a vaga ocupada. Na verdade, ele nem tinha como ter, já que o seu processo de RH sequer contempla análise de perfis e suas contratações se dão sempre por indicação.

Para terminar de conduzir a empresa ao fundo do poço você descobriu que o seu melhor vendedor, aquele que você tanto confiava, está montando uma empresa concorrente e desvia seus clientes enquanto você paga o salário.

Esses exemplos são situações absolutamente corriqueiras, que acontecem com qualquer empresa no dia a dia. 

Se, no entanto, a empresa não promover a mitigação desse tipo de risco, estará sujeita à quebra.

Mas como eu descubro os principais riscos da minha empresa – e como faço para reduzi-los?

A Due Diligence como ferramenta de Mitigação de Riscos

O procedimento de Due Diligence é um conjunto de ferramentas multidisciplinares, coordenada por um advogado especialista na matéria, e que tem como objetivo mapear os riscos de uma empresa e propor medidas de mitigação.

Esta ferramenta faz uma “radiografia” completa da empresa, analisa todos os setores, coleta o máximo de informações, a fim de identificar riscos em todas as áreas, quantificar patrimônio, conhecer a gestão. 

Para realizar o procedimento, são analisadas diversas óticas do negócio, mediante requisição de documentos, entrevistas de pessoas,  análises de processos internos e estratégia empresarial, busca de informações em big datas, entre outras questões. 

Quando o assunto é mitigação de riscos, a realização de uma Due Diligence é fundamental pois o resultado do trabalho, que investigará minuciosamente todos os setores da empresa, levantará todos os dados disponíveis e gerará um relatório apontando os riscos e as soluções possíveis.

Sucesso na organização interna da empresa através de Due Diligence

Uma empresa vive de vendas. Isso é fato. Mas não apenas de vendas. E isso também é verdade.

Não é raro encontrarmos empresas em que os sócios, profundos conhecedores dos produtos e serviços, vendem, vendem, vendem e esquecem do background – a organização.

Isso gera o famoso efeito “castelo de areia”: a empresa tem picos de crescimento acelerados e depois passa tempos lidando com problemas por riscos que acabaram se mostrando reais e muito concretos.

Mas, como demonstrado, a organização interna da empresa é primordial para o sucesso. 

Isso quer dizer que conhecer a fundo todos os setores e procedimentos e riscos vinculados é também fundamental para se atingir as metas de crescimento e reconhecimento no mercado.

Por essa razão é tão importante colocar em prática a Due Diligence, já que ela possibilita um estudo de caráter analítico e quantitativo de dados, informações, documentos, processos e procedimentos da empresa, abrindo a visão de qual o melhor caminho a seguir.

Portanto, conhecer os seus riscos e ter uma estratégia bem definida de mitigação de riscos é essencial, afinal, você não deve deixar para amanhã o sucesso que você pode buscar hoje. 

Que tal começar conhecendo a fundo a sua empresa?

Entre em contato conosco ou mande sua mensagem diretamente em nosso WhatsApp.


BELO HORIZONTE/MG

Avenida do Contorno, 6.594, 7º Andar
Bairro Savassi
(31) 3086-3786

SÃO PAULO/SP

Av. Das Nações Unidas, 8.501, 17º Andar
Bairro Pinheiros
(11) 3522-7753

© 2018 Garcia de Oliveira Advogados • Advocacia Empresarial • Desde 2005

WhatsApp chat
Bitnami