Planejamento estratégico: o que é (e 3 razões para você aderir)

Planejamento estratégico: o que é (e 3 razões para você aderir)

Planejamento Estratégico

Não é exagero dizer que todas as empresas de sucesso já adotaram um planejamento estratégico eficiente para a condução de seus processos. Se este tema despertou seu interesse, acompanhe a leitura deste artigo e fique por dentro dos principais aspectos que envolvem a condução ideal de um planejamento estratégico, desde a sua criação, acompanhamento e modulação com o passar do tempo. Confira.

 

O que é planejamento estratégico?

Sem a intenção de esgotar um tema tão abrangente, esmiuçaremos algumas vertentes acerca do que é o planejamento estratégico. De modo geral, se planejar – e cumprir esse planejamento à risca – é o principal fator que leva qualquer pessoa ao seu melhor nível de desempenho e desenvolvimento pessoal.

Com as empresas não é diferente. É preciso se planejar, dentro dos mais diversos setores.

O planejamento estratégico é uma ferramenta de administração que se presta a organizar, a médio e longo prazo, uma organização e todos os processos que envolver a sua existência, manutenção lucro e crescimento.

Somente com o planejamento é possível traçar objetivos e métodos de análise de acompanhamento. O planejamento estratégico realizado desde o início é capaz de trazer resultados positivos, principalmente em tempos de crise. Mas se você já está com sua empresa aberta, esse artigo também é para você.

Note que, antes mesmo de abrir um negócio, o planejamento estratégico se faz necessário. Isso porque realizar estudos prévios de mercado, rentabilidade e tantas outras perspectivas podem te fazer decidir encarar este desafio ou até mesmo mudar de área.

Todavia, para os empresários que já estão em atividade, o planejamento estratégico é capaz de mudar os rumos de seu negócio.

O planejamento estratégico envolve itens cruciais e bem conhecidos da maioria das pessoas; dentre eles destacam-se uma clara missão, visão, valores, metas e o devido acompanhamento estratégico dos objetivos.

 

Por que o planejamento estratégico realmente é estratégico

Embora de início possa parecer que o planejamento estratégico é apenas mais uma tarefa teórica, maçante e pouco útil, você vai se surpreender com a quantidade de benefícios obtidos a partir da realização de um bom estudo. Planejar é o que permite que a organização da empresa, tornando todos os processos internos eficientes, com o menor custo para obter diferenciais competitivos que farão a diferença no mercado.

Se você está em dúvida sobre a necessidade de desenvolver uma estratégia para a sua empresa porque é um negócio pequeno ou médio, saiba que o melhor momento para desenvolver esse plano é agora mesmo. Embora possa parecer redundante, o planejamento estratégico é, de fato, estratégico pois ele é capaz de antever riscos, bem como as melhores oportunidades para a sua atividade.

Quando a empresa não realiza essa organização prévia, a ausência de objetivos específicos, claros e possíveis, dificulta todas as tomadas de decisão. Quando comprar? Como ou o que vender? Quem contratar? Essas são perguntas facilmente respondidas pelas empresas que realizam seu planejamento estratégico. O ideal é se planejar de modo a descobrir, claramente onde a empresa deseja chegar e, principalmente, como chegar.

Criar ou compreender a cultura da sua empresa está intrinsecamente ligada ao desenvolvimento do planejamento. Muito além de definir a lição básica sobre esclarecer qual é a missão e quais são os valores da organização, somente traçando metas é possível se manter continuamente alinhado com esses mesmos valores e objetivos, sem que eles se percam com o passar dos anos.

 

A importância de se enxergar todas as perspectivas da empresa 

Há uma série de ângulos que devem ser objeto de estudo dos executivos que querem criar ou crescer em seu ramo de atuação. Um dos pontos mais importantes é a definição das perspectivas de negócio, para então iniciar de fato o planejamento e as primeiras etapas da execução da estratégia elaborada.

Sem dúvidas, a área financeira é um ponto determinante para que você defina o tamanho da sua empresa. Caso você não seja um especialista, considere um profissional para alinhar as finanças. Do mesmo modo, as estratégias de vendas, comunicação com o cliente e a definição dos processos internos e aprendizados farão sua empresa funcionar corretamente.

Além disso, desenvolver um sistema de indicadores equilibrado, que considere além da parte financeira do negócio, o Balanced Scorecard (ou BSC) o auxiliará na execução da melhor estratégia da organização, e o ajudará a enxergar todo o potencial de seu negócio, além do óbvio, que é para minimizar todos os riscos que envolvem empreender.

De modo geral, o planejamento estratégico em múltiplas visões o é o que permite que a empresa descubra e trilhe os caminhos mais adequados para conquistar seus objetivos de médio e longo prazo. Assim, estudar o mercado em que seu negócio está inserido permite a identificação das melhores estratégias, sem achismos ou mera intuição – como você já deve saber, essas estratégias não são muito confiáveis.

Para melhor visualizar o planejamento estratégico em várias dimensões, imagine a rotina de funcionamento da sua família: desenvolvimento pessoal, estudos, trabalho, vida social, lazer e assim por diante. Cada família tem uma rotina diferente, priorizando coisas diferentes. Com as empresas o cenário não é muito diferente. É preciso encontrar a melhor forma de atuação e dar prioridade a perspectivas que coadunam com seus objetivos.

Dessa forma, não basta apenas acompanhar apenas os lucros ou prejuízos obtidos no fim do mês. As demais perspectivas não devem ser deixadas de lado, sob pena de que uma das áreas acabe gerando um grande prejuízo, que refletirá primordialmente nos resultados financeiros de curto, médio e longo prazo.

 

Algumas estatísticas de quebra de empresas no Brasil

O IBGE – Instituto de Geografia e Estatística realiza estudos demográficos das empresas em atividades no país. Um estudo recente, publicado em 2019, confirma que um grande número de empresas segue fechando as portas no Brasil. Desde 2017, mais de 300.000 mil empresas foram fechadas.

A extinção de empresas afeta também o total de pessoas empregadas com carteira assinada. Em 2020, esses números certamente serão mais alarmantes e os resultados das pesquisas tendem a ser ainda mais catastróficos. Por isso, nunca foi tão importante a dedicação ao desenvolvimento do planejamento estratégico.

Inevitavelmente, boa parte desse número está diretamente ligado a falta de planejamento ou uma falha na aplicação de estratégias assertivas endereçadas aos objetivos principais da empresa: lucro e desenvolvimento.

 

Por que as pessoas não montam um planejamento estratégico

São muitos os motivos que fazem com que os executivos deixem de lado essa etapa tão sensível ao desenvolvimento da empresa. O desconhecimento de todos os benefícios é o principal deles, seguido da suposta falta dinheiro ou tempo para esse investimento.

Como você já deve ter percebido, o planejamento é um modelo a ser seguido, e não uma metodologia engessada que transforma as organizações em verdadeiras empresas estagnadas. A depender do estilo do seu negócio, você precisará desenvolver estratégias que não se encontram em nenhum manual, pois ela precisará estar de acordo com os objetivos individuais dos sócios, ou seja, com o propósito da empresa.

As perspectivas desenvolvidas a partir da elaboração do planejamento estratégico têm real influência no desempenho da empresa; do mesmo modo, aplicar e fazer os ajustes necessários ao plano de ação fará toda a diferença no sucesso da empresa e, principalmente, na sua manutenção e crescimento. A união dos objetivos alinhado com um bom plano, tornam a metodologia leve e fácil de ser utilizada no dia a dia.

Assim, se você quer ir na contramão das empresas que não se preocupam com essa questão tão importante, não deixe de investir seu tempo para estudar e meios para investir no planejamento estratégico, sem se importar com o atual momento ou tamanho da sua empresa. A base do planejamento estratégico cuidará das áreas:

  • Financeira;
  • Cliente;
  • Processos internos;
  • Aprendizado e crescimento.

Dentro desses quatro aspectos, considere suas características pessoais, por exemplo, qual o valor do meu investimento? Qual o tamanho do meu risco? Como será minha comunicação com o cliente? Deste modo, sua empresa não entrará nas estatísticas pessimistas de empresas que fecham as portas no Brasil.

 

Como fazer um planejamento estratégico simples e com segurança

O planejamento estratégico será melhor desenvolvido com uma equipe especializada, que utilizará metodologias com estudos científicos já comprovados, que seguem quatro pilares principais: Propósito; Objetivos e Metas; Alinhamento e Execução e Acompanhamento.

Definir o propósito da sua empresa é o primeiro passo para desenvolver o seu planejamento estratégico. Coloque aqui seus objetivos mais íntimos, como sua motivação, seus interesses e a razão de existir da empresa. Neste momento, você já deve ter em mente o que a organização oferecerá para a sociedade (qualidade nos serviços, credibilidade, soluções inovadoras para algum seguimento, etc.).

O segundo pilar para o desenvolvimento do seu plano envolve traçar metas e objetivos. Note que não estamos falando de números fictícios que envolvem apenas desejos. Para essa etapa, um estudo minucioso de mercado é necessário.

O alinhamento é o terceiro aspecto para ser desenvolvido no seu planejamento estratégico. Alinhar toda a sua equipe (mesmo que sejam apenas duas pessoas!) fará com que a cultura organizacional seja desenvolvida. Se a sua empresa já está estabelecida, aposte em reuniões que enfatizem esse compartilhamento de ideias e inovações.

Por fim, encerradas as etapas anteriores, o foco deve estar da execução e no acompanhamento do plano traçado. Somente dessa forma será possível escalar os degraus do sucesso, fazer as intervenções, quando necessárias e maximizar o seu crescimento. Seguir o seu planejamento com disciplina, com propósito, metas e uma equipe alinhada na busca pelos objetivos, fará com que o sucesso seja seu resultado inevitável.

Esperamos você tenha esclarecido suas principais dúvidas sobre o que é planejamento estratégico e por isso separamos outros textos que talvez possam lhe interessar:


Gostou desse artigo? Receba as novidades mais recentes para reduzir seus riscos jurídicos informando seu email abaixo:

 


Perguntas Frequentes:

O que é o planejamento estratégico

O planejamento estratégico é uma ferramenta de administração que se presta a organizar, a médio e longo prazo, uma organização e todos os processos que envolver a sua existência, manutenção lucro e crescimento.

Por que as pessoas não montam um planejamento estratégico?

São muitos os motivos que fazem com que os executivos deixem de lado essa etapa tão sensível ao desenvolvimento da empresa. O desconhecimento de todos os benefícios é o principal deles, seguido da suposta falta dinheiro ou tempo para esse investimento.

Como fazer um planejamento estratégico simples e com segurança

O planejamento estratégico será melhor desenvolvido com uma equipe especializada, que utilizará metodologias com estudos científicos já comprovados, que seguem quatro pilares principais: Propósito; Objetivos e Metas; Alinhamento e Execução e Acompanhamento.

Você Tem Uma Dúvida Específica em Sua Empresa?
Pergunte para a Gente, É Grátis:

Preencha o formulário abaixo para entrar em contato agora!

Junte-se a 3.247 Inscritos em Nossa Newsletter

E receba em 1a. mão as novidades do nosso blog