Diagnóstico Empresarial Jurídico e sua relevância para o Planejamento Tributário

Diagnóstico Empresarial Jurídico e sua relevância para o Planejamento Tributário

diagnostico-empresarial

Veja como a realização de um bom diagnóstico empresarial pode auxiliar seu empreendimento.

diagnostico-empresarial
diagnóstico empresarial

O que é o diagnóstico empresarial?

Primeiramente, cabe explicar melhor o processo de elaboração de um diagnóstico empresarial sob o aspecto jurídico.

Trata-se de consultoria feita por profissionais da área, voltada à otimização dos procedimentos internos da empresa.

O objetivo do diagnóstico empresarial é avaliar as diversas operações de rotina da empresa e identificar riscos jurídicos operacionais. São analisadas, por exemplo, contratos com fornecedores, com clientes, funcionários, pagamento de tributos, contas a pagar, contratos de estrutura de informática etc.

Dentre os processos analisados, existem alguns que merecem especial atenção pois a decisão possui impacto em um dos maiores custos do empreendimento: os tributos.

 

Análise preventiva

É característica típica de um trabalho de diagnóstico empresarial a adoção de medidas preventivas, reduzindo as chances de problemas antes que eles ocorram.

Nós gostamos muito de comparar esse tipo de trabalho com a revisão de um automóvel: você compra o carro 0km e leva o mesmo para manutenção preventiva a cada 5.000km ou 10.000km, conforme manual, mas sempre antes do problema acontecer. Se deixar para levar o carro à oficina apenas para reparar o defeito, já imagina o tamanho do orçamento que irá enfrentar…

O diagnóstico empresarial, portanto, funciona à semelhança dessa manutenção preventiva: ele é uma ferramenta utilizada para identificar pontos de vulnerabilidades e corrigi-los antes que se tornem graves.

Vale observar que um problema tributário costuma ter um impacto muito grande nas finanças de uma empresa pois normalmente as cifras envolvidas são elevadas.

 

Atenção a cada detalhe: até a escolha do tipo societário pode interferir na gestão empresarial

É interessante notar que o diagnóstico empresarial jurídico é uma ferramenta de grande utilidade em qualquer etapa do empreendimento.

Desde o início de suas atividades, a empresa deve tomar cuidado com a elaboração do contrato social e das alterações contratuais.

Entre outras situações típicas da rotina administrativa da empresa, a escolha do tipo societário mais adequado ao porte e à atividade empresarial é medida fundamental para atender a legislação e economizar com o pagamento de tributos.

Conforme o tipo societário escolhido e dependendo do tipo de atividade exercida, a empresa poderá obter benefícios fiscais que impactarão diretamente na lucratividade do negócio – e isso fará toda a diferença no resultado final.

Além disso, a relação dos sócios entre si, critérios de transparência e governança corporativa, formas de dissolução da sociedade no caso de falecimento (e apuração dos haveres) são pontos que precisam ser pensados desde logo.

E isso, evidentemente, é só o começo. Com o desenvolvimento das atividades, a quantidade de atividades que são reguladas por lei e têm impactos nos tributos é enorme!

Para a correta análise da regularidade das diversas funções organizacionais e garantia de atendimento das exigências legais, a contratação de uma boa consultoria pode ser de grande ajuda ao empreendedor.

O diagnóstico empresarial resultará dessa análise aprofundada e permitirá a tomada de ações assertivas para resolver cada problema.

 

Intercâmbio de experiências mercadológicas. Benchmarking.

Por meio da consultoria, é possível agregar conhecimento aos gestores, permitindo inclusive a troca de conhecimentos e experiências de serviços prestados com outras empresas que já passaram por situações semelhantes.

A grande vantagem disso é a economia de tempo gerada pela praticidade e assertividade que geralmente norteiam o trabalho de um profissional conhecedor do mercado, sobretudo na proposição de soluções. A intenção aqui é encurtar o caminho para que a empresa encontre a solução mais eficaz, racional e eficiente possível, no menor espaço de tempo.

Ao contrário do conhecimento retido individualmente, o conhecimento compartilhado gera valor social e institucional, otimizando procedimentos e evitando gargalos que só prejudicam o crescimento da empresa.

Essa troca de experiências e conhecimentos é denominada no meio mercadológico de benchmarking, que nada mais é que um termo inglês que, em uma tradução literal, quer dizer avaliação comparativa.

Tal avaliação é uma das ferramentas-chave fornecidas pelas consultorias, mostrando-se relevante também após a finalização do diagnóstico empresarial, visto que, em geral, os consultores possuem um conjunto de conhecimentos e expertise que podem ser decisivos na resolução dos problemas vividos pelos empreendedores.

 

Assertividade na resolução de problemas

Problemas como inadequação do tipo societário, reformulação de contratos com parceiros comerciais e terceiros, cláusulas que criam riscos de problemas futuros, análise da existência de créditos tributários recuperáveis, entre outros, integram o pacote de benefícios do serviço.

Realizado o diagnóstico empresarial, com a adequada identificação dos pontos fortes e vulneráveis, da legalidade e regularidade fiscal das operações comerciais praticadas, é possível verificar quais as necessidades da empresa.

Tal metodologia conduz a um nível maior de assertividade e praticidade na prevenção e solução de problemas, aumentando a qualidade da atividade empresarial e a lucratividade, ainda que em tempos de crise.

A partir desse contexto, torna-se possível, então, definir quais os planos de ação para prevenir ou solucionar situações que, de outra forma, poderiam se agravar ou ter uma solução mais demorada.

E isso, de fato, não é nada interessante para empresas, pois gera apenas retrabalho e custos que impactam negativamente no fluxo de caixa.

Torna-se perceptível, portanto, que o auxílio de consultores devidamente preparados e com maior grau de especialização poderá trazer grande vantagem competitiva para sua empresa, o que implicará aumento dos lucros e do capital de giro.

E em última análise, aumentar os lucros e garantir sustentabilidade são os grandes objetivos de todos empreendimentos, seja qual for o setor de atuação no mercado.

Esperamos você tenha esclarecido suas principais dúvidas a respeito deste assunto e por isso separamos outros textos que talvez possam lhe interessar:


Gostou desse artigo? Receba as novidades mais recentes para reduzir seus riscos jurídicos informando seu email abaixo:

Você Tem Uma Dúvida Específica em Sua Empresa?
Pergunte para a Gente, É Grátis:

Preencha o formulário abaixo para entrar em contato agora!