Assistência jurídica para a sua empresa: sim! Afinal, tempo é dinheiro!

Assistência jurídica para a sua empresa: sim! Afinal, tempo é dinheiro!

assistencia juridica

Acredito que todo mundo, em algum momento da vida, já escutou ou mesmo disse a famosa frase “tempo é dinheiro”. Então, chegou a hora de você entender o significado dessa frase em relação à assistência jurídica dentro da sua empresa. Vamos começar?

A  arte de procurar especialista jurídico só quando tenho um problema: Esta eu domino.

Lamentavelmente, é cultura de uma parcela da população procurar ajuda só quando já existe problema. Esse costume não é diferente quando o assunto é orientação jurídica.

A verdade é que ainda existem empresas que só procuram assistência jurídica quando, por algum motivo, foram acionadas pelo Judiciário ou constatam que essa possibilidade é iminente.

Assim, caem bastante as chances de evitar grandes prejuízos, uma vez que eles já tomaram grandes proporções, podendo inclusive se tornarem irreversíveis.

Por que então não prevenir?

É melhor prevenir do que remediar com a assistência jurídica

Sem dúvidas, uma forma de se prevenir é procurar uma assistência jurídica de qualidade para a sua empresa em época de bonança.

Uma boa assistência jurídica permite qualidade na tomada de decisões, auxiliando a empresa a se prevenir e se resguardar contra a existência de litígios.

Isso permite que as decisões tomadas sejam mais assertivas, com tempo curto de resposta, haja vista que a empresa poderá contar com o suporte de advogados preparados em diversas áreas.

Assim, seguramente, o acompanhamento jurídico nas empresas é uma forma de evitar futuros problemas que possivelmente afetariam significativamente toda a estrutura da empresa.

O mercado está cada vez exigindo mais das pessoas e das empresas.

Por isso, quem possui respostas mais rápidas nas tomadas de decisões, com previsibilidade de todos os riscos possíveis do negócio celebrado, se sobressai.

Logo, destacam-se as empresas que dispõem de assistência jurídica adequada e, sobretudo, preventiva, uma vez que serão analisados profundamente os possíveis riscos nas tomadas de decisões, permitindo-se assim um planejamento empresarial de sucesso.

Sendo assim, assistência jurídica é sinônimo de segurança, é dar ao empresário que a possui suporte necessário e rápido, visando evitar grandes problemas e, consequentemente, a ocorrência de prejuízos.

Acho que você não tem dúvidas de que prevenir é melhor do que remediar, né?

Escritório de advocacia ou departamento jurídico?

Que a assistência jurídica é importante para a sua empresa é inquestionável, mas ela deverá ser prestada por um escritório de advocacia ou por um departamento jurídico ligado à própria empresa?

Contar com departamento jurídico tem muitas vantagens e contar com ele na empresa é bastante válido, uma vez que está 100% do tempo à disposição da empresa.

Mas, será que a atuação de um departamento jurídico é suficiente para afastar a necessidade de uma assistência jurídica prestada por um escritório de advocacia empresarial contratado que poderia até mesmo substitui-lo dependendo do porte da sua empresa? 

Uma das maiores vantagens do escritório de advocacia está no fato de não possuir vínculo empregatício com a sua empresa e, consequentemente, estar livre dos encargos daí decorrentes.

Ao optar por um modelo de assistência jurídica empresarial ao invés de criar um departamento jurídico interno, cria-se uma relação de terceirização, tornando o serviço mais econômico já que a sua empresa não suportará o custo-ociosidade dos advogados, podendo contratar apenas as horas necessárias.

Mas essa não é a única vantagem. Então, voltamos àquela questão levantada no início do texto: tempo é dinheiro.

O departamento jurídico, apesar de maior disponibilidade, pode gerar tempo elevado de resposta por não ter advogados em todas as áreas e por todas as demandas estarem concentradas na mesma equipe.

E isso pode gerar atrasos nos processos de contratação, elevando o tempo de resposta nas tomadas de decisões, o que acarreta menor lucratividade da empresa.

Por sua vez, a assistência de um escritório jurídica prestada por empresa especializada propicia maior agilidade nas tomadas de decisões e nas consultorias uma vez que esta possui advogados especializados em diferentes áreas do direito, garantindo maior qualidade e abrangência no serviço.

Conclui-se, portanto, que o escritório de advocacia deve ser o seu braço direito na empresa, uma vez que irá proporcionar segurança jurídica, agilidade e baixo custo.

A importância da assistência jurídica para a sua empresa

Como já demonstrado, contratar um escritório de advocacia para prestar serviço de assistência jurídica é fundamental para o sucesso que sua empresa tanto almeja.

É indiscutível que a assistência jurídica é o melhor caminho quando se busca segurança jurídica, agilidade e eficiência nos negócios. Com o seu processo sendo realizado por especialistas, a empresa passa a contar com o benefício de analisar, organizar, planejar e diagnosticar toda a estrutura da empresa antes da tomada de decisões.

No papel da assistência jurídica por meio de escritório de advocacia, ganha destaque também a possibilidade de um trabalho de benchmarking, ou seja, a busca pela melhoria da empresa, pela análise de estratégias que possibilitam à empresa criar e ter ideias novas em cima do que já foi feito em outras empresas. Em síntese, a possibilidade de aprender com outras empresas.

Contudo, é fundamental para o sucesso da operação que o escritório terceirizado seja literalmente conectado à empresa, com presença constante no auxílio da tomada de decisões, dando suporte efetivo às atividades empresariais.

A essência da assistência jurídica é, sem dúvida, preventiva, uma vez que não espera o erro para buscar solução, mas sim planeja para ter o menor índice possível de erros, o que repercute diretamente e positivamente nas finanças da empresa.

Logo, se deseja um amplo crescimento da empresa com menores custos, sem prejuízos, mais eficiência e maior agilidade, a assistência jurídica se faz fundamental. Afinal, tempo é dinheiro.

Esperamos que este artigo tenha sido útil para solucionar algumas de suas dúvidas.

Por isso, leia abaixo alguns textos que separamos especialmente para você:


Gostou desse artigo? Receba as novidades mais recentes para reduzir seus riscos jurídicos informando seu email abaixo:

 

Você pode nos dar 30 Segundos para Nos Ajudar?